Internacional

Estimulação elétrica na espinal medula de doentes paraplégicos permite-os voltar a andar

08 Nov. 2018

Uma equipa de cientistas da Suíça desenvolveu uma técnica inovadora de estimulação elétrica, aplicada na espinal medula de três paraplégicos, que, combinada com fisioterapia, permitiu que os doentes conseguissem voltar a andar com a ajuda de muletas e de andarilho. A técnica, que foi testada inicialmente em ratos, em 2014, e em macacos, em 2016, chega agora aos humanos. Os resultados foram publicados nas revistas especializadas Nature e Nature Neuroscience.

 

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

Opinião

Défice cognitivo ligeiro pode ser sinal de doença de Alzheimer
Prof. Doutor Joaquim Cerejeira, psiquiatra e diretor clínico da UPPC

Apoio

Merck

My Neurologia é um projeto editorial da responsabilidade da News Farma, possível com o apoio da Merck.