Atualidade

Interferão beta-1a já pode apoiar as doentes com esclerose múltipla ao longo de todo o planeamento familiar

04 Nov. 2019

A Merck anunciou a aprovação pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA) da possibilidade de utilização do interferão beta, incluindo interferão beta-1a, em mulheres grávidas com esclerose múltipla surto-remissão (EMSR), se clinicamente necessário, bem como durante o período da amamentação. Esta aprovação a nível europeu reflete-se no parecer positivo por parte do Comité de Medicamentos de Uso Humano (CHMP) recebido em setembro.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

Opinião

Crises epilépticas e epilepsias em diferentes ambientes hospitalares
Dr. Nuno Canas, neurologista e neurofisiologista clínico do Hospital Beatriz Ângelo

Apoios