Atualidade

23 Mar. 2020

No âmbito do Dia Internacional das Cefaleias em Salva que se assinalou no passado sábado, dia 21 de março, a Associação Portuguesa de Doentes com Enxaqueca e Cefaleias (MiGRA Portugal) alerta para o impacto desta patologia. As cefaleias em salva são um tipo de cefaleia primária rara e extremamente dolorosa de dor de cabeça que atingem cerca de 4% da população adulta mundial. Também conhecida como a “dor de cabeça suicida” é caracterizada por uma dor extremamente forte descrita pelas pessoas como as dores mais fortes que já sentiram em qualquer ocasião das suas vidas. Apesar da dor que as cefaleias causam, o seu diagnóstico é arrastado durante vários anos e demora, em média, cinco anos.

09 Mar. 2020

Um estudo europeu que envolveu seis países, entre os quais Portugal, concluiu que uma percentagem significativa de doentes não muda os seus comportamentos depois de sofrer um enfarte agudo do miocárdio e/ou um acidente vascular cerebral (AVC).

09 Mar. 2020

Vários eventos científicos agendados para os próximos dias têm vindo a ser adiados, devido ao impacto do covid-19 a nível mundial e às situações de doença ocorridas na Europa e, recentemente, em Portugal. De acordo com as recomendações da Ordem dos Médicos face ao surto de covid-19, a Reunião da Sociedade Portuguesa de Cefaleias (SPC) anunciou nova data, bem como o 32.º Encontro Nacional de Epiteptologia.

24 Fev. 2020

Um grupo de investigadores do i3S publicou recentemente um artigo na revista científica The Journal of Clinical Investigation onde descreve a forma como uma versão modificada da proteína Profilina-1 (Pfn1) estimula a regeneração de neurónios no sistema nervoso central após uma lesão ou trauma. Este trabalho já foi premiado três vezes e a utilização desta proteína modificada em lesões e doenças do sistema nervoso está patenteada pelo i3S. 

24 Fev. 2020

A Novartis acaba de anunciar que a Comissão Europeia (CE) aprovou o medicamento siponimod para o tratamento de doentes adultos com esclerose múltipla secundária progressiva (EMSP), com doença ativa, evidenciada por surtos ou características de imagem da atividade inflamatória. Embora a manifestação da esclerose múltipla (EM) em cada doente seja única, mais de 80% dos doentes com EM recidivante remitente (EMRR) acabam por, eventualmente, evoluir para EMSP.

10 Fev. 2020

Chegou às livrarias, no passado dia 16 de janeiro, a obra “O avô tem uma borracha na cabeça”, um livro que retrata a história de um avô que vai perdendo a memória e do neto inventor que procura encontrar uma solução para esse problema. Ao mesmo tempo que é um elogio à admiração e amor que existem na relação entre uma criança e os seus avós, também ensina os mais novos a lidar com a perda e a desconstruir o Alzheimer. 

10 Fev. 2020

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ), no Porto, é o primeiro hospital em Portugal a implantar um dispositivo médico que permite o registo de dados cerebrais de cada doente, ajudando desta forma a personalizar o tratamento das doenças do movimento. A primeira intervenção realizou-se no passado dia 21 de janeiro, no Hospital de São João.

10 Fev. 2020

Calcula-se que a doença vascular cerebral é responsável por mais de 50% dos casos de demência diagnosticados a cada ano, o que constitui um grave problema de Saúde Pública. O My Neurologia marcou presença no 14.º Congresso Português do AVC, que decorreu entre os dias 6 e 8 de fevereiro, e onde foi apresentado um estudo que revelou os resultados obtidos com uma intervenção inovadora não farmacológica para a prevenção da demência. O evento anual da Sociedade Portuguesa do AVC (SPAVC) teve lugar no Porto e assinalou o 15.º aniversário da sociedade científica. Veja os melhores momentos em imagem.

27 Jan. 2020

Um estudo levado a cabo por uma equipa de cientistas do Instituto de Psiquiatria do King’s College e do Imperial College, em Londres, revela que o cérebro de doentes com esquizofrenia apresenta um menor número de sinapses, ou seja, zonas de comunicação entre dois neurónios e através dos quais os impulsos nervosos passam de um neurónio para outro. O estudo, que conta com a participação do médico psiquiatra e investigador Dr. Tiago Reis Marques, foi aceite para publicação na revista científica Nature Communications.

 

27 Jan. 2020

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) instalou, no passado dia 21 de janeiro, o dispositivo médico BrainSense que, ao registar informação sobre os dados cerebrais de doentes com Parkinson, “abre a possibilidade de o tratamento ser mais adaptado” ao seu estado clínico.

 

Newsletter

Opinião

Crises epilépticas e epilepsias em diferentes ambientes hospitalares
Dr. Nuno Canas, neurologista e neurofisiologista clínico do Hospital Beatriz Ângelo

Apoios

Akcea